segunda-feira, 28 de abril de 2008

Aprender a aprender

Acredito que temos que estar aptos a aprender sempre, principalmente após momentos de cegueira mental ou emocional. Mas é preciso dizer que é necessário querer se livrar de vícios e, às vezes, do peso de algumas de nossas idiossincrasias para aprendermos mais e melhor. Senão, estaremos mais e mais próximos da inércia e da involução do que do contrário.

Um comentário:

Cyn Cardoso disse...

Concordo. Precisamos ser como esponjas, absorvendo sempre tudo que pudermos, observando tudo que esta ao nosso redor. Otimo post.
Abraços