segunda-feira, 16 de julho de 2007

Pensamentos ocorridos

*Deixo claro, aqui, que não cumprimento e saúdo as pessoas, ao encontrá-las, por carência sentimental, ganhos, vantagens ou protocolos, apenas por prazer.

*(In)Felizmente, a chamada "mentira branca" pode sim ser válida e conseqüentemente considerada e perdoada, pois pode (até) salvar vidas (e/ou sobrevidas).

*Família é (o mais verdadeiro) alicerce.

Um comentário:

João Daniel disse...

O Nietzsche tem uma explicação bem interessante sobre essa questão da mentira! OK, eu paro de falar do Nietzsche! :P